João Carlos D’Ávila Paixão Côrtes, símbolo do gauchismo

24/08/2019

Nascido em Santana do Livramento em 12 de julho de 1927, filho de pai agrônomo e mãe com dotes musicais, Paixão carregou as duas marcas na paleta: formou-se em Agronomia na UFRGS, exerceu a profissão e chegou a ser funcionário da Secretaria de Estado da Agricultura, mas nunca negou a vocação para o trabalho com a música e as danças características da região onde viveu. Homem que se transformou em símbolo do gauchismo, João Carlos D’Ávila Paixão Côrtes morreu na tarde de uma segunda-feira, dia 27.08.2018, aos 91 anos.

Paixão Côrtes, em frente a estatua em que serviu de modelo para o escultor.




João Carlos D’Ávila Paixão Côrtes, símbolo do gauchismo